50 anos nesta noite: o populismo penal de sempre


Cinquenta anos se passaram, mas parece que foi ontem! Dito de outra maneira, há muito de plausível na tese de que a história se repete sempre: a primeira vez como tragédia, e a segunda como farsa.
Buscar no senso comum e na reação das massas as respostas e os incentivos para leis penais já deu…
Fonte: Conjur