Autobiografia de Afonso Arinos é relato de agente da história


Afonso Arinos de Melo Franco talvez seja a maior tradução de “agente da história” que o Brasil teve no século 20. Deputado, senador, ministro e jurista, trafegou da democracia à ditadura e voltou à democracia, deu nome a lei, xeque-mate em presidente e organizou as bases da Constituição que rege …
Fonte: Conjur