Johnson & Johnson não quer pagar indenização de US$ 572 milhões


Há um consenso nos Estados Unidos de que saiu barato para a Johnson & Johnson a sentença de um juiz de Oklahoma que mandou a empresa pagar indenização de US$ 572 milhões por sua participação na crise do opioide no estado.
Afinal, o estado havia pedido US$ 17,2 bilhões, para serem pagos em um p…
Fonte: Conjur